Mistérios de Elêusis

MisteriosPagina

Sinopse:

Os Mistérios de Elêusis na Grécia antiga eram rituais que celebravam as deusas Deméter e Perséfone, mãe e filha, que respectivamente estavam ligadas a terra, ao mundo hermético das almas e aos ciclos da natureza: nascimento, crescimento e morte.

Conta o mito que Deméter e Perséfone tinham uma profunda ligação até que a filha foi raptada por Hades, deus do mundo dos mortos. Deméter, em profunda tristeza, dirige sua raiva aos homens e castiga a terra com infertilidade. Perséfone come das mãos de Hades sementes de Romã, e é aprisionada para sempre, porém, por intercedência de outros deuses consegue ficar um período do ano com Hades (no submundo) e outra metade com Deméter. Desse movimento de subida e descida surgem as estações do ano.

O teatro lambe-lambe ‘Mistérios de Elêusis’ narra três momentos desse mito:
– Caixinha 01: O Rapto (2’25)
– Caixinha 02: Hades (2’50)
– Caixinha 03: Perséfone (2’35)

‘Mistérios de Elêusis’ tem como diferencial o uso de projeção digital em Teatro Lambe-lambe, que compõe um dos eixos de pesquisa do grupo.

Ficha Técnica

Direção: Sandra Coelho
Manipulação: Patrícia Vianna, Leandro Maman e Sandra Coelho
Direção de Cena: Marcelo de Souza
Bonecos: Iná Gonçalves
Designer de Projeção: Leandro Maman
Produção: Eranos – Círculo de Arte
Classificação: Livre

Fotos
eleusis02 eleusis01 eleusisfoto-por-victorschneider

 

Participação em Eventos

– 3er Festlamb – Festival Internacional de Teatro Lambe-lambe de Valparaíso – Chile. 2016
– Feira do Livro de Criciúma. 2015
– Virada Cultural São Paulo. 2014
– 2ª Feira Literária de Tijucas. 2014
– XV Cidade Revelada Itajaí. 2013
– I Festejo Mundial em Rede – Encontro de Caixeiros. 2013
– III Festival Brasileiro Toni Cunha. 2013
– 7 Itajaí em Cartaz. 2013

Sobre o teatro lambe-lambe

O teatro lambe-lambe é uma caixa cênica de teatro em miniatura, independente e itinerante, onde cada sessão é vista por um espectador por vez. Por um dos lados da caixa o manipulador encena o espetáculo e pelo outro o espectador assiste através de uma pequena abertura. As caixas tem isolamento de luz e sons externos, e tanto o manipulador quanto o espectador possuem a cabeça coberta por um pano e os ouvidos protegidos por fones auriculares que transmitem a sonoplastia do espetáculo. A equipe técnica é composta por manipuladores de bonecos, responsáveis pela apresentação e acomodação do público. As caixas, são adaptações das máquinas fotográficas lambe-lambe do início do séc. XX, criadas pelas brasileiras Ismine Lima e Denise di Santos, e é considerada por muitos a mais nova invenção do teatro de animação do mundo.